Portcom

JORNAL INTERCOM NOTÍCIAS
Jornal semanal da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação

Ano 3, nº. 46, São Paulo – SP – Brasil 02 de fevereiro de 2007

Sumário desta edição
Outras edições

 

Acontece

Intercom inaugura "Ano Barbosa Lima Sobrinho" no Rio de Janeiro

O “Seminário Barbosa Lima Sobrinho: precursor do estudo do jornalismo no Brasil” inaugurou no dia 22 de janeiro, no Anfiteatro Machado de Assis da Biblioteca Nacional, o Ano Barbosa Lima Sobrinho, primeiro evento de 2007 que abriu o ciclo de comemorações dos 30 anos da Intercom.

Na abertura estiveram presentes o filho do homenageado, o jornalista Fernando Barbosa Lima e o acadêmico Cícero Sandroni, que ocupa a cadeira de Barbosa Lima na Academia Brasileira de Letras. A mesa foi mediada pela Professora Marialva Barbosa (Intercom /UFF). O evento foi promovido em parceria com a Uerj.

Na sua fala o acadêmico Cícero Sandroni destacou o fato de Barbosa Lima Sobrinho ter ficado 63 anos na Academia Brasileira de Letras e da honra que ele sentia de ocupar a cadeira que foi do jornalista. Enfatizou a contribuição de Barbosa Lima Sobrinho à política brasileira citando trechos de livros que reproduzem, ainda hoje, a situação política e econômica brasileira. Citando a “A ilusão do direito de guerra”, primeiro livro de Barbosa Lima, publicado em 1922, “Problemas da imprensa”, cuja primeira edição é de 1923, “A língua portuguesa e a unidade do Brasil” (1958), “Presença de Alberto Torres” (1968) e “Japão: o capital se faz em casa” (1973), Sandroni destacou a lucidez e atualidade do pensamento de Barbosa Lima Sobrinho. Ao final de sua fala enfatizou a alegria de viver que sempre marcou a vida de Barbosa Lima Sobrinho.

O jornalista Fernando Barbosa Lima destacou o seu orgulho de ser filho do jornalista. Relatando diversos momentos da vida familiar, contando histórias e enfatizando o fato de ter aprendido tudo em sua vida com o pai, Fernando Barbosa Lima terminou sua exposição, emocionado, enfatizando a imortalidade das idéias do pai.

Estiveram presentes no evento, acadêmicos – como o filólogo Everardo Bechara, que na platéia enfatizou a importância do livro “A língua portuguesa e a unidade do Brasil” -, jornalistas, como Domingo Meireles, representado o presidente da ABI, Maurício Azedo, a diretora de Relações Internacionais da Intercom, Sonia Virginia Moreira e Sonia Faerstein, Coordenadora Executiva da Comissão de Implantação do Centro de Cidadania Barbosa Lima Sobrinho da Uerj.

O evento, que foi transmitido ao vivo pelo Instituto Embratel para todo o Brasil, foi precedido pela exibição de um vídeo sobre as atividades do Centro de Cidadania Barbosa Lima Sobrinho que está sendo implantado pela Uerj no prédio da antiga Faculdade de Direito da Rua do Catete, no Rio de Janeiro. A Biblioteca Nacional organizou uma pequena mostra com as primeiras edições dos livros de Barbosa Lima Sobrinho, no saguão do Anfiteatro. Entre os livros expostos, a primeira edição de “A ilusão do direito de guerra”, de 1922 e “Problemas da Imprensa”, de 1923.

O Seminário pode ser visto em sua totalidade na página do Instituto Embratel (www.institutoembratel.org.br).