Portcom

Prêmios » Expocom 2010

Regulamento |
Normas Técnicas para Submissão de Trabalho em Suporte Informático
|
Modelo de Paper (download .doc) |
Formatos Multimídias
| Inscrições |
Memória Expocom | Programação Trabalhos


XVII Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

Regulamento

Links

1 – Definições e Objetivos

2 – Das Categorias e Modalidades

3 – Das etapas do Prêmio

4 – Da premiação

5 – Disposições finais

1 – Definições e Objetivos

Artigo 1º – A Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação) é uma exposição e um prêmio destinado aos melhores trabalhos experimentais exclusivamente produzidos por alunos de graduação no âmbito dos cursos de Comunicação Social e suas habilitações.

§ 1º – Entende-se por graduação exclusivamente os cursos de bacharelado, vedada a participação de trabalhos oriundos de cursos de curta duração, seqüenciais, de formação de tecnólogos e assemelhados.

§ 2º – As habilitações de Comunicação Social a que se refere este artigo são aquelas contempladas nas Diretrizes Curriculares Nacionais da área.

§ 3º – Os trabalhos participantes da Expocom devem obrigatoriamente ser realizados sob a orientação e/ou supervisão de um docente.

Artigo 2º – Os objetivos principais da Expocom são:

a. Estimular o desenvolvimento e aprimoramento da pesquisa experimental nos cursos de Comunicação Social.

b. Promover o intercâmbio entre as escolas de Comunicação, professores e estudantes.

c. Apresentar à comunidade acadêmica nacional a produção dos cursos de Comunicação Social no que se refere à área laboratorial das respectivas habilitações.

d. Incentivar as inovações técnicas e estéticas na produção experimental de Comunicação Social.

e. Apresentar ao mercado os novos talentos das diversas habilitações da Comunicação: jovens, de Norte a Sul, de Leste a Oeste, com idéias criativas, ousadas e viáveis, verdadeiros protagonistas de uma sociedade que começa a entrar em sua fase de maturidade.

2 – Das Categorias e Modalidades
Artigo 3º – As Categorias do Prêmio Expocom são as seguintes:

I - Cinema e Audiovisual (para alunos de Cinema e Vídeo, Audiovisual e Rádio & TV)

II - Jornalismo (para alunos de Jornalismo)

III - Publicidade e Propaganda (para alunos de Publicidade e Propaganda e afins)

IV - Relações Públicas (para alunos de Relações Públicas)

V – Produção Editorial e Produção Transdisciplinar em Comunicação (para alunos de quaisquer habilitações em Comunicação)

§ 1º – As Categorias de I a IV do Prêmio Expocom correspondem às habilitações definidas nas Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Comunicação Social. Não será permitido que alunos inscrevam trabalhos em uma Habilitação diferente da sua – salvo na Categoria V, conforme descrito no § 2º deste Artigo.

§ 2º – A Categoria V, denominada Produção Editorial e Produção Transdisciplinar em Comunicação, é dedicada a trabalhos produzidos no âmbito de habilitações emergentes não correspondentes àquelas denominadas tradicionais dos cursos de Comunicação Social, descritas nos itens I a IV deste Artigo. Também permite a inscrição de trabalhos com a participação de quaisquer alunos das diversas habilitações, emergentes ou não, tratadas neste Artigo, respeitando-se também o disposto no Artigo 1º e seus parágrafos.

§ 3º – A categoria Cinema e Audiovisual pode corresponder a cursos regulamentados por suas diretrizes curriculares específicas, ou pelas diretrizes de um curso de Comunicação Social, quando deste for uma habilitação.

§ 4º – As categorias descritas nos itens I a IV são dedicadas exclusivamente a trabalhos produzidos unicamente por alunos de habilitação ou curso de mesma denominação.

Artigo 4º – Cada categoria é subdivida em modalidades correspondentes à natureza dos trabalhos experimentais, caracterizadas pela especificidade de uma mídia, linguagem, suporte, formato, serviço etc.

Artigo 5º – Nas diversas categorias, há modalidades dedicadas ao conjunto de produtos periódicos/seriados/regulares, e outras, para produtos avulsos.

§ 1º – É produto periódico, seriado ou regular o conjunto de exemplares, séries ou edições resultantes de atividades e/ou processos contínuos, estabelecidos no projeto pedagógico do curso ou no plano de ensino de determinada disciplina, ou ainda o portfólio de peças de uma agência ou campanha experimental, em todo caso trabalhos realizados por equipe de alunos com orientação docente.

§ 2º – São produtos avulsos a peça, o exemplar ou a edição individual, produzidos ou não como parte de uma periodicidade, série, programa regular ou portfólio de agência ou campanha experimental, realizados por uma equipe ou um único aluno com orientação docente. Podem ser inscritos trabalhos sem periodicidade, como programas-pilotos, números zeros, peças de trabalhos de conclusão de curso etc.

Artigo 6º – Os produtos da forma descrita no Artigo 5º, § 1º, devem ser inscritos e apresentados na forma de conjunto ou portfólio, e dessa forma serão avaliados, como um todo e ao longo de um período. Os produtos da forma descrita no Artigo 5º, § 2º, devem ser inscritos e apresentados avulsa e individualmente, e dessa forma serão avaliados.

Artigo 7º – São as seguintes as modalidades constituintes do Prêmio Expocom, apresentadas em suas respectivas categorias e com a indicação de como devem ser inscritos e apresentados, se em conjunto/portfólio, se de forma avulsa/individual:

I - Cinema e Audiovisual
(para alunos de Cinema e Vídeo, Audiovisual e Rádio & TV)

a. Filme de ficção (avulso)

b. Filme de não-ficção / documentário / docudrama (avulso)

c. Filme de animação (avulso)

d. Roteiro (avulso)

e. Vídeo-minuto (avulso)

f. Videoclipe (avulso)

g. Programa laboratorial de rádio – entrevistas, variedades, musical, educativo, humorístico, esportivo etc. (conjunto/série)

h. Programa laboratorial de TV – entrevistas, variedades, musical, educativo, humorístico, esportivo, reality show, games, sitcom etc. (conjunto/série)

i. Programa avulso de áudio/rádio (documentário, noticiário, entrevistas, variedades etc.)

j. Programa avulso de vídeo/TV (documentário, noticiário, entrevistas, variedades etc.)

k. Radionovela (avulso)

l. Vinheta de TV (avulso)

II - Categoria Jornalismo
(para alunos de Jornalismo)

a. Agência Jr. de Jornalismo (conjunto/série)

b. Projeto de assessoria de imprensa

c. Jornal-laboratório impresso (conjunto/série)

d. Jornal mural-laboratório (conjunto/série)

e. Revista-laboratório impressa (conjunto/série)

f.
Programa laboratorial de radiojornalismo (conjunto/série)

g. Programa laboratorial de telejornalismo (conjunto/série)

h. Site jornalístico – revista digital, jornal online etc. (conjunto/série)

i. Jornal impresso (avulso)

j. Jornal-mural (avulso)

k. Revista impressa (avulso)

l. Radiojornal (avulso)

m. Documentário em áudio (avulso)

n. Documentário em vídeo (avulso)

o. Livro-reportagem (avulso)

p. Jornalismo digital – revista digital, jornal online etc. (avulso)

q. Fotografia jornalística (avulso)

r. Produção em jornalismo informativo – Noticiário, Reportagem, Entrevista (avulso apresentado em qualquer suporte)

s. Produção em jornalismo interpretativo – Dossiê, Análise, Cronologia, Perfil, Enquête (avulso apresentado em qualquer suporte)

t. Produção em jornalismo opinativo – Editorial, Comentário, Artigo, Coluna, Resenha, Crônica, Caricatura (avulso apresentado em qualquer suporte)}

u. Produção em jornalismo utilitário – Indicador, Roteiro, Serviço ou Cotação (avulso apresentado em qualquer suporte)

III - Publicidade e Propaganda
(para alunos de Publicidade e Propaganda)

a. Agência Jr. de Publicidade e Propaganda (conjunto/série)

b. Campanha promocional (conjunto/série)

c. Campanha publicitária (conjunto/série)

d. Pesquisa mercadológica (avulso)

e. Jingle (avulso)

f. Spot (avulso)

g. Filme publicitário (avulso)

h. Fotografia publicitária (avulso)

i. Anúncio impresso (avulso)

j. Cartaz (avulso)

k. Outdoor (avulso)

l. Publicidade digital/virtual (avulso)

m. Publicidade em mídia alternativa (avulso)

IV - Relações Públicas
(para alunos de Relações Públicas e Comunicação Organizacional)

a. Agência Jr. de Relações Públicas (conjunto/série)

b. Pesquisa de opinião (avulso)

c. Organização de evento (avulso)

d. Projeto de assessoria de comunicação empresarial (avulso)

e. Projeto de assessoria de comunicação governamental (avulso)

f. Projeto de assessoria de comunicação para o Terceiro Setor (avulso)

g. Veículo de comunicação interna e/ou externa (avulso)

V – Produção Editorial e Produção Transdisciplinar em Comunicação
(para alunos de quaisquer habilitações em Comunicação)

a. Edição de Livro (avulso)

b. Capa de livro (avulso)

c. Encarte de álbum musical / DVD / Vídeo (avulso)

d. Design gráfico (avulso)

e. Ensaio fotográfico (conjunto de no mínimo 10 (dez) fotografias)

f. Fotografia artística (avulso)

g. Fotonovela (avulso)

h. Blog (avulso)

i. Website (avulso)

j. Portal (avulso)

k. Charge / caricatura / ilustração (avulso)

l. Embalagem (avulso)

m. Quadrinhos (avulso)

n. Game (avulso)

o. Plano de comunicação integrada (avulso)

p. Produção multimídia (avulso)

q. Revista customizada (avulso)

3 – Das etapas do Prêmio
Artigo 8º – O Prêmio Expocom ocorre nas seguintes etapas, pela ordem e a saber:

1. Etapa Local

2. Etapa Regional

3. Etapa Nacional

Artigo 9º – A Etapa Local ocorre no âmbito das instituições de ensino superior (IES) a que se vinculam os cursos e/ou habilitações, no que se refere ao Artigo 1º, parágrafos 1º e 2º, e Artigo 3º, parágrafo 1º ou parágrafo 3º. Nessa etapa, as Instituições de Ensino Superior (IES) devem indicar previamente, à Intercom, a lista de trabalhos e respectivos autores para posterior inscrição no Prêmio.

Artigo 10º – Na Etapa Local, cada IES indica um único trabalho de um único aluno líder por modalidade, em uma das cinco categorias do Prêmio Expocom.

§ 1º – O aluno líder somente poderá ser indicado uma única vez pela IES, não sendo permitido a inscrição de mais de um trabalho por candidato, independente da modalidade.

§ 2º – Podem ser indicados somente trabalhos produzidos no ano de 2009.

§ 3º – A indicação dos trabalhos pela IES será feita por meio de suporte informático da Intercom, nos termos do Anexo I.

§ 4º – Na indicação de cada trabalho, a IES deverá informar os dados do aluno líder do grupo que o produziu, bem como do orientador de cada peça inscrita.

Artigo 11º – A Etapa Regional realiza-se no âmbito do Congresso Regional de Ciências da Comunicação da Intercom, com a inscrição dos trabalhos indicados pela IES na Etapa Local.

§ 1º – É expressamente vedada a inscrição de trabalhos outros que não sejam aqueles indicados, na Etapa Local, pela IES, em suas respectivas modalidades.


§ 2º – Em cada Congresso Regional será classificado, se houver, apenas o melhor trabalho de cada modalidade, dessa forma ganhador do direito de concorrer ao Prêmio Expocom na Etapa Nacional, no âmbito do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação.

Artigo 12º – Na etapa Regional, o aluno líder de cada trabalho indicado pela IES será o responsável pela inscrição e submissão das peças, que será feita digitalmente por meio de suporte informático da Intercom, nos termos do Anexo I.

§ 1º – É expressamente vedada a inscrição e submissão de trabalhos por um aluno outro que não seja aquele informado pela IES como líder de seu respectivo trabalho.

§ 2º – Para inscrever e submeter um trabalho, o aluno líder deverá prévia e obrigatoriamente estar inscrito no Congresso Regional e/ou Congresso Nacional.

§ 3º – O aluno líder é responsável pelo preenchimento de todos os dados solicitados no sistema informático, quando da submissão das peças, incluindo os nomes dos eventuais co-autores do trabalho.

§ 4º – Da forma semelhante ao disposto no parágrafo 2º deste Artigo em relação ao aluno líder, também os co-autores, para que tenham o direito de receber o certificado a que eventualmente façam jus, devem pagar a taxa de inscrição no Congresso.

§ 5º – No caso dos produtos periódicos/seriados/regulares, nos termos do Artigo 5º, parágrafo 1º, e do Artigo 6º, devem ser submetidos no mínimo duas e no máximo seis edições produzidas ao longo do ano de 2009, exceto nas modalidades dedicadas a agências ou campanhas experimentais, ou ainda na modalidade Site Jornalístico que, por ter um pressuposto de periodicidade distinto, deve obrigatoriamente estar online e continuamente atualizado com a adição de novos conteúdos ao longo de todo o ano de 2009.

§ 6º – Nas modalidades dedicadas a agências ou campanhas experimentais devem ser submetidas todas as peças que fazem parte do respectivo portfólio de um mesmo e único trabalho.

§ 7º – No caso dos produtos avulsos, os trabalhos inscritos nas modalidades “Website”, “Blog” e “Portal” (Categoria Produção Editorial e Produção Transdisciplinar em Comunicação) devem obrigatoriamente estar online e continuamente atualizados com a adição de novos conteúdos.

Artigo 13º – Além das peças, e no mesmo ato de sua submissão digital tratada no Artigo 12º, o aluno líder deverá submeter também um paper que explique e referencie teoricamente a produção do trabalho, nos moldes indicados no Anexo II.

§ 1º - Todos as peças (produtos) devem ser compactadas e convertidos nos formatos multimídias descritos no Anexo III. Trabalhos apresentados fora dessas especificações técnicas serão eliminados.

Artigo 14º – Dentre os trabalhos inscritos e submetidos na Etapa Regional, serão sumária e preliminarmente eliminados do Prêmio Expocom 2010 aqueles que:

a. Não tenham sido produzidos no ano de 2009.

b. Não sejam aqueles indicados pelas suas respectivas IES.

c. Não sejam produzidos no âmbito do curso e/ou habilitação análogos à categoria em que estejam inscritos, de acordo com o Artigo 1º e o Artigo 3º.

d. Não sejam produzidos no âmbito de cursos de graduação (bacharelado), de acordo com o Artigo 1º, parágrafo 1º.

e. Em sendo uma peça avulsa/individual, seja inscrita como peça periódica/seriada/regular/portfólio – conjunto.

f. Não observarem estritamente o disposto no Artigo 12º.

g. Não tiverem o aluno líder inscrito no Congresso, observado, se for o caso, o Artigo 12º, parágrafo 2º.

h. Não postarem a peça e/ou o paper conforme  regras previstas  no Artigo 13º.

i. Não respeitarem a formatação digital dos trabalhos de acordo com o Anexo III.

j. Violarem a essência e/ou a substância de qualquer outro item deste regulamento, no parecer da Coordenação do Prêmio Expocom.

Artigo 15º – Na fase regional e nacional, os trabalhos serão avaliados por dois júris: um virtual e outro presencial local.

§ 1º - O júri virtual é composto de docentes e/ou profissionais de IES de todo o país, sócios da Intercom e profissionais indicados pelas instituições parceiras na realização dos Congressos Regionais e/ou Nacional.

§ 2º - O júri presencial local é composto por docentes e/ou profissionais especialmente convidados pela Coordenação Regional e Nacional do Prêmio Expocom, com nomes divulgados previamente, podendo contar com membros que fizeram parte da fase virtual.

§ 3º - Estão expressamente impedidos de participar de qualquer um dos júris em uma dada modalidade os docentes de IES que nela tenham trabalhos inscritos.

§ 4º – A avaliação do júri virtual será feita online, por meio de sistema informático, considerando, em suas análises, tanto as peças quanto os respectivos papers.

§ 5º – A avaliação do júri local será feita mediante preenchimento manual de formulários considerando em sua análise as notas atribuídas pelo júri virtual e a apresentação de trabalhos indicados.

Artigo 16º – São os seguintes os critérios de avaliação dos trabalhos:

a. A adequação do trabalho em relação à modalidade em que foi inscrita.

b. A consistência teórica do paper e a sua coerência com a respectiva peça.

c. A inovação e o experimentalismo do trabalho.

d. A viabilidade (tecnológica/gerencial/mercadológica) do trabalho.

e. A qualidade (ética/técnica/estética) do trabalho.

Artigo 17º – O júri virtual indicará, antes do Congresso Regional, os cinco melhores trabalhos (se houver) em sua modalidade.

§ 1º – O júri virtual é soberano, podendo decidir por não indicar trabalhos em uma ou mais modalidades se considerar que os trabalhos inscritos não atendem objetivos ou critérios do Prêmio Expocom.

§ 2º – As decisões do júri virtual são irrecorríveis.

Artigo 18º – Para satisfazer o disposto no Artigo 2º, os trabalhos indicados pelo júri virtual em cada modalidade devem, obrigatoriamente, ser apresentados, em sessão científica específica, perante o júri presencial local, de acordo com o Programa dos Congressos Regionais e/ou Nacional.

§ 1º – O trabalho deve ser apresentado pelo aluno líder e/ou qualquer dos seus co-autores, desde que inscritos regularmente no Congresso, observado o disposto no Artigo 12º, parágrafos 3º e 5º.

§ 2º – É vedada a apresentação do trabalho pelo professor-orientador, representante da IES ou por qualquer outra pessoa que não o(s) aluno(s) que atenda(m) o disposto no parágrafo 1º deste Artigo.

§ 3º – Os trabalhos que não forem apresentados nos termos deste Artigo serão sumariamente desclassificados do Prêmio Expocom.

Artigo 19º – Os classificados para a Etapa Nacional, nos termos do Artigo 11º, parágrafo 2º, e observados os Artigos 14º e 18º, serão anunciados em Sessão de Premiação durante o respectivo Congresso Regional.

Artigo 20º – Os vencedores nos Congressos Regionais não precisam submeter seus trabalhos novamente para participarem da Etapa Nacional, mas devem efetuar inscrições no Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, observando-se aqui também o disposto no Artigo 12º, parágrafos 3º e 5º.

§ 1º – Será desclassificado o trabalho cujo aluno líder não efetuar a inscrição no Congresso, observado o Artigo 12º, parágrafo 3º.

§ 2º – A título de premiação, os vencedores classificados na etapa regional estarão isentos de pagamento de taxa de inscrição no Congresso Nacional da Intercom.

Artigo 21º – Na Etapa Nacional, um novo júri avaliará os trabalhos classificados, seguindo a mesma metodologia e os mesmos critérios válidos para os Congressos Regionais, obedecendo aos Artigos 15º e 16º.

Artigo 22º – A exemplo dos Congressos Regionais, também na Etapa Nacional, para satisfazer o disposto no Artigo 2º, notadamente nos itens II, III e V, os trabalhos classificados em cada região e em cada modalidade devem, obrigatoriamente, serem apresentados em sessão científica específica de acordo com o Programa do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação.

§ 1º – O trabalho deve ser apresentado pelo aluno líder e/ou qualquer dos seus co-autores, desde que inscritos regularmente no Congresso, observado o disposto no Artigo 12º, parágrafos 3º e 5º.

§ 2º – É vedada a apresentação do trabalho pelo professor-orientador, representante da IES ou por qualquer outra pessoa que não o(s) aluno(s) que atenda(m) o disposto no parágrafo 1º deste Artigo.

§ 3º – Os trabalhos que não forem apresentados nos termos deste Artigo serão sumariamente desclassificados do Prêmio Expocom.

Artigo 23º – Um único vencedor em cada modalidade na Etapa Nacional, observado o Artigo 20º, parágrafo único, e o Artigo 22º, será anunciado em Sessão de Premiação durante o respectivo Congresso Regional.

Parágrafo Único – As decisões do júri são irrecorríveis.

 

4 – Da premiação

Artigo 24º – A premiação é simbólica por natureza, beneficiando os autores pela qualificação do respectivo Curriculum Vitae, o que repercute imediatamente nas oportunidades ocupacionais disponíveis no mercado de trabalho, mas também agregando valor às instituições que associam suas imagens ao bom desempenho de seus alunos, professores e, em suma, seus projetos.

Parágrafo Único – O prêmio, tanto da Etapa Regional quanto na Nacional, se materializa por meio de certificado, atestando o bom desempenho do autor, e, eventualmente, por meio de medalhas ou troféus, dependendo da contribuição obtida junto a parceiros e patrocinadores.

Artigo 25º – Os trabalhos vencedores no Prêmio Expocom Nacional ficam habilitados a representar o Brasil na Expocom Mercosul, ou evento similar do qual a Intercom seja participante, se houver.

Artigo 26º – Os trabalhos inscritos e aceitos, tanto nos Congressos Regionais, quanto no Congresso Brasileiro, poderão ser publicados nos Anais dos respectivos eventos. Os trabalhos apresentados nos congressos ficarão expostos no Repositório Virtual da Expocom, com acesso a partir da página da Intercom na internet (www.intercom.org.br).

Parágrafo Único – No ato de inscrição dos trabalhos, seus autores automaticamente outorgam, formal e graciosamente, à Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), o direito de reproduzi-los nos Anais dos congressos, distribuídos e comercializados em CD-ROM, e também no Repositório Virtual da Expocom.

 

5 – Disposições finais

Artigo 27º – Constituem parte deste regulamento os seguintes anexos:

1. Normas Técnicas para Submissão de Trabalhos em Suporte Informático

2. Modelo de Paper (download .doc)

3. Formatos Multimídias

Artigo 28º – Os pontos omissos deste regulamento serão resolvidos pela Coordenação Nacional do Prêmio Expocom e pela Diretoria Executiva da Intercom.

Em caso de dúvidas, enviar e-mail para expocom@intercom.org.br

Para INDICAR os trabalhos, acesse:

Intercom Sudeste - Indicação IES

Intercom Sul - Indicação IES

Intercom Centro-Oeste - Indicação IES

Intercom Norte - Indicação IES

Intercom Nordeste - Indicação IES


Para PRAZOS, inscrição e submissão dos trabalhos, acesse:

Intercom Sudeste

Intercom Sul

Intercom Centro-Oeste

Intercom Norte

Intercom Nordeste