Portcom
Erro ao processar o arquivo SSI

 

Acontece

Participação de pesquisadores abre novas frentes para estudos entre Brasil e EUA

Depois de dois dias reunidos para apresentação e debate dos textos selecionados, todos os pesquisadores brasileiros e norte-americanos que participaram do 3º Colóquio Brasil-Estados Unidos foram unânimes em classificar o encontro como uma oportunidade valiosa para reforçar o diálogo permanente entre estudiosos da comunicação dos dois países.

Coordenado pelas professoras Vicki Mayer (Tulane) e Sonia Virgínia Moreira (Uerj), o evento aconteceu nos dias 25 e 26 de março no Lavin-Bernick Center, da Universidade Tulane em New Orleans. Vinte e dois trabalhos foram apresentados em quatro mesas: cultura e mídia; mercado e aspectos econômicos; política e cidadãos; estudos comparados. O tema central foi “Espaços globais e fronteiras: estudos específicos e interdisciplinares da comunicação”.

Na sessão de encerramento realizada na tarde do dia 26 de março, a profa. Vicki Mayer disse que há interesse da revista científica Culture, Communication and Critique, editada pela International Communication Association (ICA), publicar seis textos dentre os selecionados para o colóquio. Da parte do Brasil, as professoras Maria José Baldessar, da Universidade Federal de Santa Catarina, e Daniela Ota, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, se dispuseram a encaminhar às editoras das respectivas universidades a proposta da edição em português de um livro com as apresentações selecionadas em 2008.

A próxima edição do colóquio Brasil-Estados Unidos deve acontecer em 2010 no Brasil, como atividade do congresso anual da Intercom. Para 2012, foi apresentada pelo professor John Baldwin a possibilidade da Escola de Comunicação da Illinois State University sediar o V Colóquio.

As palavras de Laura Robinson, da Universidade da Califórnia em Los Angeles, em mensagem enviada à coordenação, resume em boa medida o que significou o colóquio deste ano para os participantes: “uma oportunidade maravilhosa de troca entre pesquisadores, com o estabelecimento de contatos para parcerias futuras”.